31/1/2020
Foragido é preso após ser ferido em troca de tiros com a Polícia



Após tentar fugir e trocar tiros com policiais, um homem suspeito de praticar homicídio foi ferido e preso nesta quinta-feira (30) durante uma ação coordenada pela Polícia Civil. O caso teve apoio de policiais militares e ocorreu na cidade de Boqueirão, no interior da Paraíba.

O preso de 25 anos teve a prisão decretada pela Justiça e era considerado foragido desde novembro do ano passado, quando ocorreu a morte de José Alves Aires Barbosa.

Segundo informações repassadas pelo delegado Yaslei Almeida, após o crime, o suspeito fugiu para o Rio de Janeiro, mas retornou recentemente para Boqueirão.

"Diante de denúncia anônima que ele tinha retornado, nossas equipes policiais diligenciaram com o fim de localizar e prender o suspeito ", declarou o delegado.

O foragido foi localizado por volta das 11 horas desta quinta-feira (30), quando estava a bordo de um carro. Os policiais interceptaram o veículo e deram ordem para que o suspeito desembarcasse. Neste momento, começou um tiroteio.

"O acusado sacou um revólver e efetuou disparos contra os policiais, que reagiram e atingiram o suspeito. Ele foi rendido, recebeu assistência médica e se encontra sob custódia da polícia", detalhou Almeida.

O preso foi levado para um hospital em Boqueirão e, depois, transferido para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Além de ser preso em cumprimento ao mandado judicial de prisão pela prática do homicídio qualificado, esse homem ainda foi autuado pela prática dos crimes de porte ilegal de arma de fogo, resistência à prisão e tentativa de homicídio contra os policiais. A prisão foi coordenada pelo delegado João Joaldo.

Segundo as investigações, esse preso possui extensa ficha criminal e já responde processos por crime de roubo majorado e porte ilegal de arma de fogo nas cidades de Cabaceiras e Sumé, ambas no interior da Paraíba.


FONTE: Redação - PCPB


  Escreva um comentário para essa Notícia

  NOME:   CIDADE:   ESTADO:   COMENTÁRIO:
CÓDIGO: 82142        REPITA O CÓDIGO:   
Este espaço contempla os leitores do nosso site, objetivando proporcionar maior interação entre eles. Vale salientar que as opiniões expressas aqui postadas, não representam a opinião da diretoria do SINDEPOL/PB. Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao assunto comentado serão descartados pela administração do site.
VOLTAR