23/3/2019
Juiz remarca audiência sobre supostos estupros em escola particular de JP






Após algumas horas de depoimentos a audiência sobre os supostos abusos sexuais que teriam acontecido em um colégio particular de João Pessoa foi remarcada para os dias 29 de março e 02 de abril. O juiz ouviu 6 testemunhas de acusação. 14 testemunhas e 3 vítimas ainda devem ser ouvidas.

A audiência desta sexta-feira (22) foi iniciada às 9h, no entanto, até o meio dia, a inquirição da primeira testemunha não havia sido concluída. Isso aconteceu por conta de uma queda de energia no Fórum da Infância e Juventude, que fica no Bairro dos Estados.

Durante a tarde, o problema foi solucionado e os depoimentos continuaram.

De acordo com o advogado de defesa de um dos suspeitos, a primeira testemunha seria a mãe de um deles. A imprensa não teve acesso ao interior fórum. Ele disse que não é permitido revelar maiores detalhes, mas confirmou que funcionários da escola sem propuseram a contribuir com informações.

Os menores suspeitos estão recolhidos no Centro Educacional do Adolescente (CEA) e o ex-funcionário está detido no PB-1

FONTE: Redação - T 5


  Escreva um comentário para essa Notícia

  NOME:   CIDADE:   ESTADO:   COMENTÁRIO:
CÓDIGO: 242257        REPITA O CÓDIGO:   
Este espaço contempla os leitores do nosso site, objetivando proporcionar maior interação entre eles. Vale salientar que as opiniões expressas aqui postadas, não representam a opinião da diretoria do SINDEPOL/PB. Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao assunto comentado serão descartados pela administração do site.
VOLTAR