11/7/2018
Com ajuda do Disque 197, DRE apreende drogas, arma e colete balístico em Campina Grande


Com ajuda do Disque 197, DRE apreende drogas, arma e colete balístico em Campina Grande

Com ajuda do Disque 197, DRE apreende drogas, arma e colete balístico em Campina Grande


Após receber duas denúncias anônimas repassadas ao Disque 197, a equipe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de Campina Grande realizou operação na manhã desta quarta-feira (4) na casa de um suspeito de tráfico de drogas. Os policiais estiveram na residência de Flávio Dos Santos Cabral, mais conhecido como “sarau”, de 27 anos, localizada no bairro de São Januário, na cidade campinense.

Após realizar buscas, os investigadores encontraram cerca de um quilo de maconha, várias porções de cocaína e crack, uma balança de precisão e diversas embalagens com resquícios de entorpecentes que possivelmente eram usadas na confecção dos tabletes de drogas.

A equipe da DER ainda encontrou um revólver calibre 38, com registro de furto do acervo da Polícia Militar de Minas Gerais e um colete balístico. “Vamos encaminhar esse colete para a análise junto com a Polícia Federal, a fim de ser analisada a sua origem. Mas não descartamos a possibilidade que ele também seja furtado, provavelmente de uma empresa de segurança privada”, afirmou o delegado titular da DRE de Campina Grande, Ramirez São Pedro.

Na casa do suspeito, os policiais encontraram uma mulher que se identificou como mãe de Flávio Cabral. Ela foi levada para a delegacia, prestou depoimento e foi liberada. Ao delegado, ela afirmou que o filho não tem antecedentes criminais e passou recentemente a praticar delitos.

“Ela disse que a arma apreendida é dele. Disse que o filho começou este ano a fazer a guarda e distribuição de drogas na região de São Januário. Ela disse que dava muitos conselhos a seu filho para sair dessa vida, mas ele sempre dizia que iria ficar fico com tráfico e ainda fazia ameaças contra a mãe”, declarou o delegado.

Todos os objetos foram encontrados no quarto do suspeito e serão encaminhados para perícia e, em seguida, para a justiça. O delegado antecipou que irá pedir a prisão preventiva do suspeito por tráfico de drogas


FONTE: Redação - secom


  Escreva um comentário para essa Notícia

  NOME:   CIDADE:   ESTADO:   COMENTÁRIO:
CÓDIGO: 40517        REPITA O CÓDIGO:   
Este espaço contempla os leitores do nosso site, objetivando proporcionar maior interação entre eles. Vale salientar que as opiniões expressas aqui postadas, não representam a opinião da diretoria do SINDEPOL/PB. Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao assunto comentado serão descartados pela administração do site.
VOLTAR