17/5/2018
Entidades da Polícia Civil debatem com Lucélio soluções para a insegurança na Paraíba


Entidades da Polícia Civil debatem com Lucélio soluções para a insegurança na Paraíb


A insegurança pública na Paraíba, como se sabe, é um dos calos do governador Ricardo Coutinho que, após sete anos e meio de gestão, não conseguiu dar uma resposta convincente à população quando ao aumento da criminalidade. Esse foi precisamente o tema do encontro do pré-candidato Lucélio Cartaxo (PV) com entidades representantes da área de Segurança Pública do Estado.

Segundo o delegado Walber Virgulino, pré-candidato a deputado (Patriotas), o apoio demonstrado a Lucélio, por entidades como o Sindiperitos (Sindicato dos Peritos da Polícia Civil) e Aspol (Associação dos Policiais Civis) é “um reflexo de como a sociedade está se organizando para enfrentar o grave problema da insegurança no Estado, diante do quadro que verificamos atualmente”.

Lucélio explicou que a reunião faz parte de seu projeto de “diálogo com diversas categorias e segmentos organizados da sociedade para identificar as prioridades e ações que são necessárias para trazermos resultados concretos para a população”. E completou: “A Segurança Pública merece uma atenção muito especial de todo agente político e isso pressupõe um aumento do efetivo de policiais, tornar a presença da polícia mais efetiva no dia a dia em nosso Estado e valorizar a categoria.”

A reunião aconteceu na sede do Sindiperitos, e contou com o presidente Herbert Boson, além da presidente da Aspol, Suana Guarani.

Walber Virgulino afirmou que vê em Lucélio, o perfil adequado para governar o Estado pelos próximos anos: “Lucélio Cartaxo tem o perfil centrado, tranquilo, mas aguerrido, estratégico e profissional. Esperamos com ele uma administração que governe para todos, porque a Paraíba precisa voltar a ter esperança, respirar novos ares, contar com um governo com foco estratégico e profissional na segurança pública. Temos que pensar numa administração mais ampla e que atinja efetivamente o interesse público e acredito que isso será possível com Lucélio.”


FONTE: Redação - helder moura


  Escreva um comentário para essa Notícia

  NOME:   CIDADE:   ESTADO:   COMENTÁRIO:
CÓDIGO: 11438        REPITA O CÓDIGO:   
Este espaço contempla os leitores do nosso site, objetivando proporcionar maior interação entre eles. Vale salientar que as opiniões expressas aqui postadas, não representam a opinião da diretoria do SINDEPOL/PB. Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao assunto comentado serão descartados pela administração do site.
  gilberto (campina grande - pb)
  31/5/2018 - 12:32:19

"Srs Candidatos ao Governo da Paraíba: O que não pode,é um Delegado sentado numa "cadeira"ganhar 15,20,até 30 mil reais e o resto da Policia Civil ganhar 3,4,ou 5 mil reais pra estar na rua fazendo o trabalho duro. É só olhar o portal do Sagres e ver a disparidade que há entre as categorias."
  PAULO GOMES (JOÃO PESSOA - PB)
  26/5/2018 - 18:33:57

"é SEMPRE ASSIM,LEMBRAM DE FLÁVIO MOREIRA ?"
  paulo (campina grande - pb)
  19/5/2018 - 19:46:11

"É sempre assim: eles são eleitos como presidente de uma associação ou sindicato,depois se aliam a um grupo politico para conseguir beneficios em troca de votos,depois o politico é eleito com os votos dos que acreditaram nas mentiras deles e os únicos beneficiados são os dirigentes sindicais.Não caio nessa!!"
VOLTAR