1/8/2017
Site dificulta venda de objetos roubados


Site dificulta venda de objetos roubados




O boletim de ocorrência registrado na polícia é uma arma imprescindível para o planejamento de ações de segurança, mas não garante à vítima reaver seus objetos roubados. Aliás, infelizmente, essa garantia não existe. Mas, a tecnologia tem ajudado na recuperação de bens roubados e dificultado a comercialização deles.



Aqui na Paraíba, uma startup de tecnologia criou um sistema onde as pessoas cadastram objetos (smartphone, bicicleta, motor de barco, relógio e veículos não emplacados, como motos de trilha e aquática, embarcações e máquinas agrícolas) e informam se forem roubados.

O Me*Pertence é um site criado e mantido pelo Cadastro Nacional de Bens do Brasil (CNB), que dificulta o comércio ilegal de objetos furtados e roubados e oferece ao consumidor um meio de evitar a aquisição inadvertida de produtos de procedência ilícita, que possuam restrição de furto, roubo ou extravio.


“Cerca de 95% dos celulares roubados voltam para o mercado de forma ilegal. Por isto, é importante registrar o celular e, caso for comprar um aparelho ou outro objeto de terceiros, pesquisar no Me*Pertence antes de fechar negócio”, alertou o diretor-presidente do Me*Pertence, Renato de Mendonça Ramalho.

Ao cruzar informações de fabricantes, distribuidores, lojas, proprietários e forças de segurança de todo o país, o MePertence possibilita a identificação de objetos e contribui com a segurança e a transparência na comercialização de bens móveis porque oferece aos consumidores um histórico da sua procedência.

Uso pela Polícia da Paraíba
Desde 19 de maio a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social da Paraíba (Seds-PB) e o Me*Pertence firmaram um acordo para que os policiais paraibanos possam consultar o banco de dados do sistema sempre que houver dúvida sobre a procedência lícita deles.

“O número de cadastros cresce a cada dia e o sistema já está sendo utilizado por usuários de nove estados brasileiros”, afirmou Renato Ramalho. O primeiro registro feito pelo usuário do Me*Pertence é grátis.


FONTE: Redação - Rubens Nóbrega


  Escreva um comentário para essa Notícia

  NOME:   CIDADE:   ESTADO:   COMENTÁRIO:
CÓDIGO: 481056        REPITA O CÓDIGO:   
Este espaço contempla os leitores do nosso site, objetivando proporcionar maior interação entre eles. Vale salientar que as opiniões expressas aqui postadas, não representam a opinião da diretoria do SINDEPOL/PB. Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao assunto comentado serão descartados pela administração do site.
VOLTAR